SOBRE NÓS

Como nasceram as Aldeias de Crianças SOS

 

Em 1949, o Dr. Hermann Gmeiner, médico austríaco, orfão de mãe desde muito pequeno, constatando o elevado número de crianças orfãs, sobretudo vítimas da 2ª Guerra Mundial, criou em Imst (Tirol, Áustria) a primeira Aldeia de Crianças SOS. A ideia rapidamente se espalhou por todo o mundo, por forma que as Aldeias de Crianças SOS são hoje várias centenas, em mais de 135 países, e são consideradas a forma ideal de solucionar o problema das crianças desprotegidas, pois respeita os mais elementares e naturais princípios pedagógicos e da convivência familiar e social exigíveis no inicio da vida e durante o período fundamental da educação humana.

Hoje existem 452 Aldeias de Crianças SOS em todo o mundo, que oferecem um lar a 46.700 crianças. Um conjunto de 1.240 instituições SOS (jardins de infância, lares de jovens, centros sociais e médicos) presta auxílio a mais de 600.000 beneficiários em 132 países.

Aldeias de crianças SOS da Guiné-Bissau

 

Em 21 de Maio de 1994 entraram o primeiro grupo de 51 crianças na primeira Aldeia SOS, construída na Guiné-Bissau a qual foi inaugurada a 2 de junho de 1995, apos ter funcionado um ano em regime experimental. Em 01 de fevereiro de 2001 é legalmente criada a Fundação das Aldeias de Crianças SOS da Guiné-Bissau, uma Instituição Particular de Solidariedade Social, reconhecida como pessoa coletiva de direito privado de tipo fundacional.

A fundação é uma organização sem fins lucrativos, políticos e/ou religioso tendo como objetivo o acolhimento de crianças órfãs, abandonadas ou pertencentes a famílias de risco que não podem cuidar delas, proporcionando-lhes um modelo familiar de cuidados a longo prazo e uma formação sólida para alcançarem uma vida autónoma e a integração plena na sociedade.

Fundação das Aldeias de Crianças SOS da Guiné-Bissau, tem sabido adaptar-se às transformações da sociedade, respondendo às novas carências na área social.

Gabú
Bissau
Canchungo
Representante da SOS
Guiné-Bissau

" Nas Aldeias de Crianças SOS, agimos pelas crianças como uma organização de desenvolvimento social independente e não-governamental. Respeitamos as várias religiões e culturas, e trabalhamos em países e comunidades onde a nossa missão pode contribuir para o desenvolvimento. Trabalhamos no espírito da Convenção das Nações Unidas em relação aos Direitos da Criança e promovemos estes direitos por todo o mundo. Com o conceito das Aldeias de Crianças S0S, a nossa organização foi a primeira a explorar um método familiar de cuidados a longo prazo, para crianças órfãs e abandonadas. "

© 2023 por SOS Guiné-Bissau. Orgulhosamente criado por BIGTechnologies Sarl

Ligue:

(+245) 96 6017697 /

+245 95 642 14 53

Endereço: 

Rua D. Settimio Arturo Ferrazzetta
 (Estrada da Granja) B.P. 696 Bissau