Buscar
  • Aldeias SOS Bissau

Declaração da Diretora Executiva da Aldeias de Crianças SOS Internacional Sra. Ingrid Maria Johansen

A Aldeias de Crianças SOS responde a falhas na salvaguarda e governança

Os superiores da federação estão comprometidos a conduzir todas as mudanças necessárias, e a Diretor executivo da Aldeias de Crianças SOS Internacional, Ingrid Maria Johansen, afirma.


“A segurança e bem-estar das crianças e jovens nos nossos programas são a nossa preocupação principal; é o motivo pelo qual existimos. Estou profundamente desolada por haver casos dentro da organização onde alguns entre nós não cumpriram com a nossa promessa de manter as crianças seguras. Em nome da federação, eu peço desculpas às crianças e jovens que foram sujeitas a qualquer dano. Houve casos onde nós não seguimos os procedimentos corretos, onde não tomámos ações suficientes contra os autores, onde os nossos líderes nacionais e internacionais não souberam escutar às crianças ou aos nossos próprios membros de staff. Peço desculpas por termos sabido sempre manter os padrões que esperamos de nós mesmos. As crianças e jovens precisam de adultos em quem possam confiar. Lamento terrivelmente que tenham havido alturas em que tenhamos quebrado essa confiança.

“Temos um dever de agir sobre alegações e responsabilizar os autores por detrás destas falhas. Estou determinada de que iremos reparar os danos onde for possível, fornecer todo o apoio na recuperação, e assegurar que cada canto onde trabalhamos seja seguro e acolhedor.


“Não descansarei até estar confiante que a luz da verdade tenha brilhado sobre todos os erros cometidos. Acreditaremos em todos os valentes indivíduos que tomaram este passo para a verdade. Apoiaremos os que sofreram, através de cuidados, terapia e programas de bem-estar. Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para responsabilizar os autores, com a ajuda de autoridades competentes.


“Eu e os meus colegas por toda a organização Aldeias de Crianças SOS contamos com o apoio dos nossos doadores nesta jornada. Pedimos aos nossos parceiros públicos e governos que nos ajudem a agir na direção certa rapidamente – como já ajudaram outros no passado. Com eles do nosso lado podemos estar confiantes que poderemos assegurar que estas falhas não acontecerão, não poderão acontecer novamente.”

Background

A Aldeias de Crianças SOS informou a doadores e governos que o seu órgão de supervisão mais alto, o Senado Internacional, instruiu que uma Comissão Especial independente seja estabelecida para tratar de casos passados e contemporâneos de falhas, incluindo abuso infantil, corrupção, uso indevido de fundos e violações de regulamentos que protegem direitos humanos de crianças e funcionários.


A Comissão Especial independente investigará por quê falhas ocorreram, enquanto em outros casos as políticas e processos da organização foram devidamente seguidos. Será estabelecido em maio de 2021 sob a liderança de um presidente externo e experiente. Mais detalhes serão publicados no site internacional, assim que disponíveis.


Adicionalmente, o Senado Internacional também determinou a criação rápida de um sistema global de ouvidoria de proteção à criança para apoiar as vítimas/sobreviventes e qualquer pessoa que busque a resolução destas preocupações. Mais informações serão publicadas no site internacional, assim que disponíveis.


Uma série de outras ações para melhorar a proteção incluem o apoio a todas as crianças, jovens e outras pessoas afetadas por abusos nos programas da Aldeias de Crianças SOS, para garantir que as pessoas afetadas possam recuperar, ter um fecho e ter a capacidade de se tornarem autossuficientes.


Caso tenha sido afetado, tenha preocupações quanto à salvaguarda, ou precise denunciar abusos ligados à Aldeias de Crianças SOS, por favor, queira contactar canais confidenciais disponíveis no seu país ou use este canal de denúncias online, que permite fazer denúncias anonimamente em várias línguas: www.sos-childrensvillages.org/who-we-are/contact-us/feedback-and-complaints



Sobre a Aldeias de Crianças SOS


A Aldeias de Crianças SOS é maior organização não governamental do mundo focada em apoiar crianças e jovens sem cuidados parentais, ou em risco de os perder.


A organização opera um sistema federacional, com associações membros presentes em 137 países e territórios, com a maioria destes tendo um conselho autónomo. O mais alto órgão de supervisão é o Senado Internacional . A Secretaria-Geral compreende o Escritório Internacional na Áustria e cinco escritórios regionais. Existem mais de 39.000 funcionários das associações membros e da Secretaria-Geral.


A Aldeias de Crianças SOS tem mais de 65.000 crianças sob os seus cuidados diretos e apoia 347.000 crianças, jovens e adultos através dos seus programas de fortalecimento familiar. A SOS Care Promise articula o compromisso da organização em criar um ambiente seguro para as crianças em tudo o que faz.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo