© 2023 por SOS Guiné-Bissau. Orgulhosamente criado por BIGTechnologies Sarl

Ligue:

(+245) 96 6017697 /

95 577 03 08

Endereço: 

Rua D. Settimio Arturo Ferrazzetta
 (Estrada da Granja) B.P. 696 Bissau

Buscar
  • Aldeias SOS Bissau

ANÚNCIO DE VAGA


COORDENADOR (a) DE CUIDADOS FAMILIARES DA ALDEIA SOS CANCHUNGO

A Direção Nacional das Aldeias de Crianças SOS da Guiné-Bissau pretende recrutar um Coordenador (a) de Cuidados Familiares para a Aldeia SOS de Canchungo.


Resumo do Posto

O Coordenador(a) de Cuidados Familiares apoia o desenvolvimento da aldeia de crianças, programas para jovens e abordagens adicionais aos cuidados baseados na família ao nível da localidade onde esta situada a aldeia. Atua como agente de mudança e dirige todo o processo de admissão da criança na aldeia e ou em outras formas de cuidados praticados pela SOS na localidade. Promove o bem-estar das crianças advogando pelos cumprimentos estreitos dos seus diretos a luz da politica e diretivas SOS, alinhados com grandes instrumentos internacionais de proteção à criança. Facilita e promove a partilha de conhecimentos e a aprendizagem nessas áreas de trabalho.

Objetivo do Posto

  • Apoiar a implementação de padrões e diretrizes das Nações Unidas sobre cuidados alternativos para as crianças;

  • Assegurar a implementação de uma politica de cuidados de qualidade baseados na família na aldeia SOS de Canchungo;

  • Coordenar todos os processos de desenvolvimento integral das crianças e jovens na base dos princípios da SOS Aldeias de Crianças Internacional, consubstanciado na politica SOS de Promessa de Cuidados e da visão, missão e valores da organização;

  • Fornecer apoio especial ao reforço de capacidades dos colaboradores, a avaliação n dos recursos financeiros, humanos e matérias e a monitorização dos mesmos através de um sistema de avaliação e seguimento;

  • Facilita e promove a partilha de conhecimentos relativos aos cuidados baseados na família;

  • Assegura a implementação de planos operacionais da aldeia e atividades com a comunidade;


Principais tarefas

  • Implementar e coordenar, em conjunto com a equipa de apoio, as diretrizes da promessa de cuidados SOS, centralizando a sua atenção na melhoria de qualidade de cuidados e na salvaguarda dos direitos da criança;

  • Coordenar os processos de planificação nacional na sua área, assegurando que as metas, objetivos e ações apropriados sejam estabelecidos e alcançados;

  • Elaborar e atualizar regularmente o plano de desenvolvimento das crianças e apoiar os respetivos cuidadores na sua execução;

  • Criar um ambiente familiar saudável e acolhedor na aldeia;

  • Velar pelo sucesso educativo das crianças e jovens através da elaboração e implementação de um sistema de controlo e seguimento de qualidade educativa;

  • laborar relatórios periódicos sobre o estado de evolução das atividades da aldeia acompanhado de estatísticas atualizada;

  • Disseminar a nossa politica de cuidados alternativos junto aos colaboradores, parceiros e a comunidade;

  • Apoiar o Diretor do Pograma da localidade na mobilização de pessoas para o cumprimento da missão, visão, valores e objetivos da organização;

  • Garantir os objetivos e as metas dos colaboradores diretos de cuidados a partir da avaliação de desempenho e resultados;

  • Promover a troca de conhecimentos e boas práticas entre o pessoal, p. ex., através de trocas entre pares homólogos, criação de redes, seminários, e workshops para a partilha de boas práticas;

  • Apoiar a administração do programa em relação a avaliação, controle orçamentário, contabilidade e recursos humanos;

  • Recolher informações relevantes, dentro e fora da organização, para apoiar o desenvolvimento da nossa área de trabalho. Isso inclui informações relativas as OBCs, abordagens baseadas nos direitos da criança e formas alternativas de cuidados à criança.

Relação hierárquica

  • Reporta-se diretamente ao Diretor do Programa da localidade e coopera estreitamente com a equipa do Departamento do Desenvolvimento de Programas da Direção Nacional;

  • Coopera com o Coordenadores Nacionais do Programa de Reforço Familiar e da Advocacia em Direitos da Criança, harmonizando atividades e processos, em linha com a abordagem integrada;

  • Recebe apoio técnico e orientações da Equipa Nacional de Gestão e do Gestor Nacional Desenvolvimento de Programas;

  • Trabalha em estreita coordenação com o Responsável do Jardim Infantil SOS, os Diretores da Escola Primaria e Secundário SOS.

Qualificações e habilidades exigidas

  • Nível Académico: Licenciatura em Serviço Social Educação, Ciências Sociais, Administração e Gestão ou áreas afins;

  • Cinco (5) anos de experiência, dos quais pelo menos três (3) em ONGs ou Organizações da Sociedade Civil, Projetos de desenvolvimento, Gestão de Pessoas, Programas Sociais e/ou atividades de Educação Comunitária;

  • Domínio de tópicos relativos à proteção das crianças e direitos das crianças. Ter boa noção de cuidados alternativos. Ter bom conhecimentos sobre Convenções e Tratados Internacionais dos Direitos das Crianças e Adolescentes (Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos de Criança; Carta Africana sobre os Direitos e Bem-estar da criança, etc.);

  • Capacidade de trabalhar no sentido de promover os direitos da criança de forma integral e com um impacto durável e direto no bem-estar dos mesmos;

  • Capacidade de analisar, organizar e resolver problemas e conflitos;

  • Boa capacidade de redação;

  • Perfeito domínio do português e crioulo;

  • Bom domínio do francês (escrito / oral) e/ou inglês;

  • Bons conhecimentos práticos do Microsoft Office (Word, Excel, Power Point, etc.);

  • Possuir a capacidade de facilitação e de formação;

  • Habilidades de comunicação.

Para se candidatar

Envie por e-mail Recrutamento.nogw@sosbissau.org

  • Um Curriculum Vitae

  • Uma carta de motivação

  • Uma cópia digital de diplomas e certificados

  • Três (3) referências profissionais (com pelo menos um supervisor)

Mais informação

Website sosbissau.org

Telefone 95 642 14 54

Email Recrutamento.nogw@sosbissau.org

Data limite de candidatura: 18 de fevereiro de 2020

Somente os candidatos aprovados do dia serão contactados.

as candidaturas femininas são fortemente encorajadas a se inscrever

Bissau, 31 de janeiro de 2020

383 visualizações